Search

Após duas semanas, trabalhadores dos Correios encerram greve no RS

img_5084_foto_1.jpg

Após duas semanas de paralisação, os trabalhadores dos Correios decidiram pelo fim da greve no Rio Grande do Sul. Durante uma assembleia, realizada nesta segunda-feira (28), a maioria dos servidores ligados ao Sindicato dos Trabalhadores em Correios e Telégrafos do Estado (Sintect-RS) aceitou a nova proposta de acordo coletivo apresentada na sexta pelo Tribunal Superior do Trabalho (TST) para encerrar a paralisação dos funcionários da categoria em todo o Brasil.

O acordo prevê 9,56% de reajuste nos benefícios como vale-alimentação, reembolso babá e creche, universalização da entrega de correspondências pela manhã até o final de 2016, e aumentos progressivos nos salários à título de gratificação entre a partir deste mês. Além disso, ficou definido que não haverá desconto dos dias parados, que serão compensados em um prazo de 90 dias, excluídos domingos e feriados.

Com o fim da greve, os trabalhadores dos Correios retornam ao trabalho a partir da meia-noite desta terça (29). A paralisação dos servidores no Rio Grande do Sul somente não afetou as cidades de Santa Maria e região, pois os funcionários não aderiram ao movimento grevista.

Adesão

Conforme os Correios, cerca 93% dos funcionários trabalharam normalmente durante a paralisação, o que corresponde a 7.624 empregados. No serviço de distribuição, pelo menos 15% dos servidores aderiram ao movimento. Já o Sindicato dos Trabalhadores dos Correios afirmou que 45% dos funcionários não foram trabalhar durante as duas semanas de greve no Estado.