Search

Após novo atraso em pagamento, União volta a bloquear contas do RS

img_5142_foto_1.jpg

A União voltou a bloquear, no fim da manhã desta quinta-feira (1º), as contas do Estado em razão do atraso no pagamento da dívida. A parcela do mês de setembro venceu ontem. A Secretaria da Fazenda (Sefaz) projeta que serão necessários aproximadamente 10 dias para acumular o recurso para quitar o débito, que é de cerca de R$ 265 milhões.

A opção pelo não pagamento já vinha sendo discutida dentro do governo. Isso porque o Estado está com diversos repasses para serviços essenciais em atraso. Um deles é para os hospitais. Existe a pendência de R$ 20 milhões relativos ao mês de agosto e a totalidade de R$ 133 milhões de setembro; cerca de R$ 30 milhões que deveriam ser repassados para o transporte escolar; valores para o aluguel social e contrapartidas de investimentos.

Diante do bloqueio, a Sefaz “escondeu” os recursos que tem em caixa. Foram transferidos entre R$ 270 milhões e R$ 300 milhões para as contas que reúnem os valores dos depósitos judiciais.

Esta é a terceira vez consecutiva que o Piratini tem as contas bloqueadas. Em agosto e em setembro o governo também não conseguiu honrar o pagamento em dia. O bloqueio valerá até que a dívida seja quitada.