Search

Atendimento de acupuntura no SUS traz mais qualidade de vida a pacientes

img_3601_foto_1.jpg

Há cerca de um ano, pacientes vem recebendo atendimento de acupuntura pelo SUS em Camaquã todas as terças-feiras pelo médico Tarso Wawrzeniak e pelo assistente Douglas Chelmicki, acompanhados da técnica em enfermagem Silvana e da coordenadora do projeto Fitoterápicos Plante essa Ideia, Catia Menezes, que oferece orientações do uso e manejo correto de plantas medicinais.

A acupuntura é um conjunto de práticas terapêuticas inspirado nas tradições médicas orientais. Criada há mais de dois milênios, a acupuntura é um dos tratamentos médicos mais antigos do mundo, pois consiste na estimulação de locais anatômicos sobre ou na pele, os chamados pontos de acupuntura. “Este é um tratamento alternativo complementar que vem trazendo bons resultados”, explica Wawrzeniak. O paciente Fernando Kasprzak afirma que reduziu a quantidade de analgésicos graças ao tratamento com acupuntura: “A atenção é ótima e hoje tenho mais qualidade de vida”, comemora.

Diferentes abordagens para o diagnóstico, prevenção e tratamento de doenças são realizadas, entretanto o procedimento mais adotado no mundo, atualmente, é a penetração da pele por agulhas metálicas muito finas e sólidas, manipuladas manualmente ou por meio de estímulos elétricos, as mesmas são utilizadas e descartadas.

O diagnóstico é feito após o questionamento de diferentes aspectos da vida do paciente e a observação de manifestações físicas como a pulsação, a respiração, cor e aspecto da pele e da língua. Assim que o problema é identificado, o paciente pode ter alguns de seus mais de mil pontos de acupuntura estimulados em diversas e frequentes sessões. Eloá Borges e o marido Alceu já passaram por 15 aplicações e contam que logo perceberam o resultado: “Me sinto muito melhor, já não sinto tanta dor”, explica aliviada.

De acordo com a tradição chinesa, a técnica é capaz de ajustar canais energéticos do corpo, chamados na acupuntura de meridianos, de acordo com equilíbrio de yin e yang, ou seja, harmonização. A medicina ocidental e moderna, contudo, sugere que o método estimule a liberação de substâncias químicas que alteram o sistema nervoso e podem ter efeitos em todo o corpo, produzindo substâncias como serotonina e endorfina, que promovem o equilíbrio do organismo. Sendo assim, está muito associada a transtornos orgânicos resultantes de tensões emocionais como o estresse.

A Medicina Tradicional Chinesa (MTC), a acupuntura é também usada hoje na reabilitação de pacientes com AVC, insônia, depressão, ansiedade, asma, calorões da menopausa, sinusite, nevralgia do trigêmeo, enxaqueca, herpes e dores em geral. Conforme Chelmicki, o tratamento pode ser feito também com estímulos através de eletricidade para produzir mais efeito e também através de ventosas que também promovem o equilíbrio. O efeito ainda pode ser prolongado com o tratamento de acupuntura auricular, que são as sementes colocadas em pontos da orelha, e que podem ser estimulados pelo próprio paciente, até a próxima aplicação.

O atendimento de acupuntura encontra-se disponível na Unidade Ambulatorial junto à Secretaria de Saúde todas as terças-feiras a partir das 13h. O atendimento é totalmente gratuito oferecido pelo Sistema Único de Saúde em Camaquã, com agendamento de horários de segunda a sexta-feira. A SMS fica na Rua Bernardo Vieira Dias, 485.