Search
Região

Barra do Ribeiro inaugura obra para atrair linha turística do Catamarã

O investimento busca facilitar o acesso e ancoragem nas margens do Arroio Ribeiro
img_62092_foto_1_f

Mais um grande passo foi dado neste domingo para a consolidação de uma rota turística entre Porto Alegre e Barra do Ribeiro, que vai possibilitar viagens por meio do Catamarã entre as duas cidades. O município da Costa Doce inaugurou uma extensão de 200 metros de molhes e um farol.  O investimento busca facilitar o acesso e ancoragem nas margens do Arroio Ribeiro, considerado um ótimo atracadouro, atendendo antiga reivindicação da comunidade náutica gaúcha. A obra foi apresentada à imprensa após um passeio na embarcação Viva Guaíba promovido por diversas entidades com apoio da Catsul.

Outra intenção da atividade turística, que ocorreu em meio ao 3º Velejaço Solidário, é fomentar o transporte regular metropolitano por hidrovias. O dia ensolarado animou o público presente formado por autoridades e por jornalistas. O prefeito de Barra do Ribeiro evitou projetar quando o Catamarã vai estar disponível para população com linhas comerciais, mas sustenta que o executivo municipal tem trabalhado na infraestrutura da região para avançar já em passeios turísticos.

“É  um sonho que pode se tornar realidade sim, mas a gente está fazendo um trabalho para primeiro buscar a revitalização da orla, com os assoreamentos, para depois então ir na segunda parte para ter essa oportunidade de quem sabe uma linha turística inicial, e depois quem sabe uma linha comercial”, projeta.

Em entrevista ao vivo na chegada ao município de Barra do Ribeiro o deputado Marcus Vinicius do Progressistas destacou que o investimento em obras de dragagem  é um grande passo para expandir o transporte hidroviário na região

“Primeiro de tudo nós temos que ter uma condição de dragagem boa nessa região. No passado a Barra do Ribeiro tinha seus engenhos, que transportavam arroz em casca para  o porto de Rio Grande, direto pra grande Porto Alegre, a navegação funcionava. Então, aqui já tem uma hidrovia marcada que está assoreada. O que se busca, é uma leve dragagem, uma espécie de um desassoreamento desse espaço que nós estamos hoje organizando aqui com o prefeito da Barra, com o secretário de infraestrutura que chegaram junto conosco. A linha turística vira o roteiro de final de semana, e se a gente conseguir fazer esse movimento, meu Deus, não para mais”.

Além de centenas de embarcações que chegaram ao Velejaço, a Praia da Picada contou com arena gastronômica, shows musicais, feira da agricultura familiar, show de fogos na inauguração dos molhes e a tradicional tainha na taquara. Todo o público é convidado a doar alimentos não perecíveis para ajudar comunidades carentes.

Após apresentação de gaiteiros de um projeto liderado pelo músico Renato Borghetti, autoridades discursaram em uma palanque montado em frente ao local que o Catamarã vindo da capital foi atracado na Barra do Ribeiro. O presidente da Acostadoce, Jardel Cardoso, destacou que a região precisa estimular o modal hidroviário e brincou com o prefeito da Barra sobre o lindo dia que fez neste domingo após a previsão de ciclone para o fim de semana

“Jair, tu vai ter que acertar uma conta com São Pedro, ele travou o ciclone pra este belo evento e eu acho que terça-feira retorna. A região precisa pra além da nossa agricultura que é forte, dos nossos eventos, da nossa indústria, nós precisamos de turismo, nós precisamos de eventos e temos uma riqueza que poucas regiões e poucas cidades tem, que é a nossa Laguna, que é o nosso rio, vamos explorar, vamos trabalhar, vamos apresentar pro Estado, pro Brasil, pro mundo o que que a Costa Doce tem? O que a região Centro Sul tem .E é isso Jair que eu quero me somar a ti como prefeito de Arambaré e da Costa Doce pra nós nos darmos as as mãos. Hoje o catamarã chegou aqui e quem sabe amanhã não chega em Tapes? e até Arambaré, quem sabe a gente não faça uma grande exploração, grandes passeios, grande turismo nessa Costa Doce. Vamos nos unir porque é isso que a região precisa e não de mais três praças de pedágio”, finalizou.

O Presidente da Famurs, Luciano Orsi, ressaltou a importância deste tipo de evento para região e para o RS como um todo

“O turismo náutico tem um potencial enorme para fomentar novos empreendimentos, gerar riqueza, renda e novos postos de trabalho. São atividades que podem ser exploradas de forma sustentável em benefício de toda a comunidade”, detalhou

No último evento promovido pela Famurs, Hidrovias RS e Sebrae-RS, realizado no mês de maio, que contou com a palestra do velejador Amyr Klink, foi criada a Comissão de Municípios Hidroviário da Famurs para fomentar o potencial dos rios e complexos lacunares gaúchos como ativos naturais estratégicos.

Entre os objetivos da Comissão de Municípios Hidroviário da Famurs estão: a divulgação das regiões potenciais para uso das costas dos rios e lagoas, bem como os seus atributos para o exercício de múltiplas atividades econômicas; a promoção de políticas públicas visando o desenvolvimento das hidrovias; a descentralização das autorizações para permitir ao poder local a outorga de terminais portuários de pequeno porte e a busca de programas de dragagem e sinalização permanentes nas hidrovias gaúchas.

Tags: Barra do Ribeiro, Cidades, Região, Rio Grande do Sul, Transporte