Search

Corpo de Mendes Ribeiro Filho é velado na Assembleia Legislativa

img_3433_foto_1.jpg

O corpo do ex-deputado e ex-ministro Mendes Ribeiro Filho foi velado na manhã deste domingo (10) na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul. O político de 60 anos estava internado na Santa Casa de Porto Alegre desde novembro e morreu no sábado.

Familiares, amigos e políticos acompanharam o velório, que foi aberto ao público até às 18h. O corpo foi cremado no Crematório Metropolitano às 20h deste domingo.

Mendes Ribeiro retirou um tumor no cérebro em 2007. O problema retornou em 2011, e ele foi submetido a uma nova cirurgia. Na época o ministro da Agricultura, optou por deixar o cargo para se dedicar exclusivamente ao tratamento de saúde. Mendes também foi relator da Constituinte.

O governador José Ivo Sartori disse, nas redes sociais, que vai decretar luto oficial no Rio Grande do Sul.

Trajetória


Filho do radialista e ex-deputado Jorge Mendes Ribeiro (morto em 1999), de quem herdou o nome e a vocação para política, Ribeiro Filho iniciou sua trajetória aos 28 anos, quando elegeu-se vereador de Porto Alegre. Quatro anos depois, conquistou uma vaga na Assembleia, onde ficou por oito anos.

Em 1994, foi eleito deputado federal, sendo reconduzido ao cargo nas quatro eleições seguintes.  Também ocupou três secretarias no governo do Estado: Justiça (1983-1984), Obras Públicas, Saneamento e Habitação (1995-1996) e Casa Civil (1996-1998). Em 2004, concorreu ao cargo de prefeito de Porto Alegre, quando ficou em quinto lugar na disputa.

Convidado pela presidente Dilma Rousseff, assumiu o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento em 2011. Deixou o cargo dois anos depois, para cuidar da saúde. Na despedida, foi às lágrimas com as palavras da presidente: “Mendezinho, você tem o dever de ir cuidar da sua saúde. É um direito que nós temos”, declarou Dilma.