Search
Camaquã
21°C
Camaquã
21°C
Chuvas

Defesa Civil reforça alerta para novos temporais no RS

Coronel Márcio André destaca que há municípios com problemas no abastecimento de energia e rodovias bloqueadas
Foto: Acústica FM
Foto: Acústica FM

O temporal que atingiu o Rio Grande do Sul na noite de terça-feira (16), ocasionou diversos transtornos para os gaúchos em diversas regiões. Alguns municípios chegaram a registrar mais de 100 milímetros de chuva nas últimas 24 horas e rajadas de ventos de mais de 100 km/h. Até as 14h desta quarta-feira, a Defesa Civil do Estado contabilizou 4.840 afetados, 12 feridos e 48 desalojados (pessoas que precisaram sair de casa, mas não precisaram de abrigos públicos).

Em entrevista para a Rádio Acústica FM, o Coronel da Defesa Civil, Márcio André Facin, detalhou a situação da Zona Sul após a passagem do fenômeno climático. Ele destaca os acumulados no município de Encruzilhada do Sul que atingiram 58mm.

No momento, há 39 municípios que reportaram danos ou ocorrências. O Corpo de Bombeiros Militar (CBMRS) recebeu mais de 500 chamados. Em São Vicente do Sul, na Região Central, um hospital ficou totalmente destelhado. Em Ijuí, houve registro de 101,4 milímetros de chuva em 24 horas, sendo que a média para o mês de janeiro é 172 milímetros. Conforme o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), em Teutônia o vento chegou a 126,7 km/h.

O evento adverso e as previsões meteorológicas para os próximos dias foram tratados em uma reunião que o governador Eduardo Leite teve pela manhã, no Palácio Piratini, com o chefe da Casa Militar e coordenador estadual de Proteção e Defesa Civil, coronel Luciano Boeira, e o comandante-geral do CBMRS, coronel Eduardo Estêvam Rodrigues.

Confira a entrevista na íntegra.