Search
Camaquã
30°C
Camaquã
30°C
Economia

Leilão de áreas portuárias do RS, movimenta R$ 2,6 milhões

Edital abrangeu áreas de Porto Alegre e Rio Grande
Foto: Divulgação/Paulo Pinto - Agência Brasil
Foto: Divulgação/Paulo Pinto - Agência Brasil

Na tarde desta quarta-feira (13), ocorreu o leilão de áreas públicas nos portos de Rio Grande e Porto Alegre. O evento foi conduzido pela Agência Nacional de Transportes Aquaviários (ANTAQ), que aprovou o projeto e divulgou o edital que contemplou, junto a concessão de espaço público no Porto de Maceió à iniciativa privada.

Receba todas as notícias da Acústica no seu WhatsApp tocando aqui!

A área RIG71, localizada no Porto do Rio Grande, deverá ser utilizada para armazenamento de graneis sólidos vegetais, com exceção da soja. A vencedora foi a empresa ACVITA que opera atualmente o Terminal Logístico do Arroz (TLA) e ofertou R$ 1 milhão como valor de outorga, além de investimentos de R$ 27 milhões ao longo de dez anos.

A área POA02, localizada no Porto de Porto Alegre, destinada para a movimentação e armazenagem de graneis sólidos, conforme as regras do contrato e do edital. A única empresa interessada foi a Serra Morena Corretora Ltda., que ofertou o valor de R$ 2 mil e anunciou um investimento de R$ 16 milhões.

Já a área POA11, também localizada no Porto de Porto Alegre, será utilizada para a movimentação e armazenamento de graneis sólidos. A empresa Unifertil foi a única habilitada para a participação no leilão, tendo oferecido R$ 50 mil de valor de outorga, além de anunciar investimentos de R$ 5 milhões.

Conforme o presidente da Portos RS, Cristiano Klinger, a realização dos leilões, promoverá mais eficiência e competitividade para as cargas gaúchas:

“Muito importante participarmos desse leilão executado pela ANTAQ e pelo Ministério de Portos e Aeroportos, onde obtivemos sucesso com o arrendamento das três áreas”, diz Klinger.

Tags: Economia, riogrande