Search

Morre um dos garis atropelados na Avenida Ipiranga, em Porto Alegre

img_4555_foto_1.jpg

O gari Tiago dos Santos, de 30 anos, morreu no Hospital Cristo Redentor na tarde desta quarta-feira (26), onde estava internado após ter sido atropelado junto com um colega enquanto trabalhavam na Avenida Ipiranga, em Porto Alegre. Luiz Eduardo Munhoz, 32 anos, segue internado em estado gravíssimo, no Hospital de Pronto-Socorro.

O motorista que atropelou os dois, de 66 anos, passou pelo teste do bafômetro, que deu negativo para presença de álcool. Ele alegou, em depoimento à polícia, que teve um mal súbito e que sofre de problemas cardíacos – o que foi comprovado também por exames feitos após o acidente.

A polícia quer identificar os colegas das vítimas, que atiraram o veículo no Arroio Dilúvio após o atropelamento e que tentaram linchar o motorista. Segundo o delegado Carlos Butarelli, tudo será investigado.

Em nota, O DMLU informa que “os garis que se exaltaram após o incidente serão chamados pela direção da Cootravipa para reunião, pois este não é o posicionamento da Cootravipa, tampouco do DMLU. A direção-geral do departamento lamenta o ocorrido e aguardará as informações da perícia para a tomada ou não de alguma providência”.