Search

“Os pais estão mergulhados no mundo digital”, afirma terapeuta

img_22826_foto_1.jpg

O programa Primeira Hora conversou na manhã desta quinta-feira (09) com a terapeuta paulista Denise Dias, autora de três livros no qual destaca os conflitos da educação atual. Em um de seus textos, ela menciona a tecnologia substituindo a educação formal dos filhos.

A terapeuta possui destaque no trabalho com crianças, adolescentes e adultos psiquiátricos, pessoas com deficiências e que sofreram abusos físicos e sexuais. De acordo com ela a tecnologia e modernidade estão deixando a maneira de educar muito cômoda: “Não pode falar não para as crianças, os pais estão mergulhados no mundo digital”. Seus livros são: “Filhos Perdidos”, “Tapa na Bunda” e “Produção Independente”.

O texto abordado pela terapeuta diz que: “os filhos dormem na cama dos pais até quando querem, largam mamadeira e chupeta quando querem, só comem o que querem. E daí, que mal faz? Social aos 11 anos? Melhor celular a cada natal, surdos com seus fones de ouvido, centenas de amigos virtuais, não pensam nos riscos. Vida social? se não for top nem vou. Alto grau de exigência, conseguem tudo o que querem. E daí que mal faz?

Os pais não precisam brincar, o celular faz isso. Os pais não precisam buscar nas festas, o Uber faz isso. Os pais não precisam cozinhar, o Ifood faz isso, os pais não precisam nem educar, a escola integral faz isso. E daí, que mal faz? Nem pensam que tudo que o filho quer é um puxão de orelha e uma bronca. Hoje não é dia de festa, vai comer comida que presta! Criar filhos está mais fácil e mais cômodo… Afinal criança resolve tudo com cliques na tela. E daí que mal faz?”.