Search

Paralisação dos prefeitos é nesta terça-feira (25)

img_4502_foto_1.jpg

Os municípios vêm sofrendo com a falta de repasse do governo estadual e federal há meses. Esta problemática vem deixando as cidades com um grande déficit que tem prejudicado toda a região.

Estes cortes orçamentários têm prejudicado principalmente a educação, a saúde e a segurança pública, além de outros setores.

Após encontro na última quinta-feira do mês de julho (30), os prefeitos que integram o Consórcio Intermunicipal Centro Sul decidiram organizar um protesto na Esquina de Tapes, visando alertar a população para os problemas financeiros municipais e pedir o apoio popular.

Na ocasião que está marcada para a esta terça-feira (25), os prefeitos irão distribuir panfletos à comunidade.

Os treze administradores foram unânimes na decisão de antecipar o decreto de turno reduzido nas prefeituras como medida de contenção de gastos.

Para os prefeitos, a principal causa da crise, é a má distribuição de impostos, já que apenas 14% do tributo do país volta para os municípios.

Ouça entrevista com a Prefeita Municipal de Cristal sobre a manifestação:

O Prefeito Municipal de Sentinela do Sul, Júlio Cesar Carvalho explicou que a cada R$100,00 reais que o município arrecada em imposto, apenas R$14,50 voltam para o município, e que esta situação é uma das que mais agrava a situação financeira das prefeituras.

“Na penúltima marcha dos prefeitos, conseguiram aumentar em 1% o Fundo de Participação dos Municípios (FPM), e mesmo aprovado, o município não recebeu o total”, salientou Carvalho.

“Com a manifestação, nós queremos esclarecer a população sobre esta crise, a culpa não é nossa. Não queremos causar transtornos, mas esclarecer. Os municípios de Cristal à Guaíba estarão presentes no encontro do dia 25”, ressaltou.

Os município que compõem o Consórcio Intermunicipal Centro Sul são: Amaral Ferrador, Arambaré, Barra do Ribeiro, Camaquã, Cerro Grande do Sul, Chuvisca, Cristal, Dom Feliciano, Guaíba, Mariana Pimentel, Sentinela do Sul, Sertão Santana e Tapes.