Search
Camaquã
26°C
Camaquã
27°C
Polícia Rodoviária Federal

Polícia resgata adolescente explorada sexualmente em boate em Canguçu

A jovem foi encaminhada aos cuidados do Conselho Tutelar e a dona do estabelecimento para a delegacia
Foto: Divulgação | PRF
Foto: Divulgação | PRF

Na madrugada deste sábado (09), a Polícia Rodoviária Federal (PRF) resgatou uma adolescente que estava em uma boate onde realizava programas sexuais. O resgate ocorreu às margens da BR-392, em Canguçu.

A Operação Domiduca é realizada pela PRF com o objetivo de prevenir e reprimir crimes de abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes. A instituição realiza constantes mapeamentos e monitoramentos dos locais com maior risco de ocorrências desses crimes. Com base nessas informações, faz ações para resgatar crianças e adolescentes, e prender exploradores.

Na segunda fase da operação, a PRF foi a 5 locais mapeados, fiscalizando 74 pessoas e 32 veículos no Rio Grande do Sul. Em um desses locais, uma boate localizada às margens da BR 392, em Canguçu, os PRFs encontraram diversas mulheres trabalhando como garotas de programa.

Uma delas disse ter 18 anos, mas não portava documentos. Após consultas e análises minuciosas no sistema, já que ela insistia em não informar o nome correto, os PRFs descobriram que a jovem tinha apenas 16 anos.

A adolescente disse aos policiais que trabalhava como garota de programa, mas que a proprietária da boate não sabia sua idade verdadeira. A jovem foi encaminhada aos cuidados do Conselho Tutelar e a dona do estabelecimento para a delegacia.

Em maio, durante a primeira fase da Operação Domiduca, a PRF resgatou três adolescentes de uma boate em Canguçu.

Tags: Canguçu, Polícia, PRF, Resgate