Search
Rio Grande do Sul

Prazo para licenciar veículos no RS termina em 31 de julho

Saiba quais proprietários devem estar atentos para o prazo
Foto: Valério Weege/Acústica FM
Foto: Valério Weege/Acústica FM

Proprietários de veículos com placas terminadas em 6, 7, 8, 9 e 0 devem estar atentos para o prazo do licenciamento 2023. Embora o IPVA tenha vencido em abril para todos os veículos, o licenciamento de 2022 começou a vencer em 30 de junho para placas com finais 1 a 5 e conclui o prazo para todos os veículos nesse 31 de julho. Para regularizar o licenciamento anual 2023, deve-se quitar, além do IPVA, a taxa de licenciamento e eventuais multas vencidas.

Receba todas as notícias da Acústica no seu WhatsApp tocando aqui! 

Será considerado devidamente licenciado o veículo que tiver todos os itens do licenciamento quitado, desde que não haja nenhuma outra pendência bloqueante, como comunicação de venda sem transferência, ou chamado de recall em atraso, por exemplo.

O DetranRS recomenda que o proprietário verifique se o veículo foi efetivamente licenciado para o ano de 2023, acessando o site oficial www.detran.rs.gov.br, clicando no link “consulta de veículo”. É importante confirmar se foram quitados todos os débitos exigíveis e se o veículo não possui nenhuma outra pendência ativa. Com isso, pode-se evitar transtornos futuros.

Só digital

O certificado de licenciamento CRLV em papel-moeda — aquele documento verdinho – não é mais emitido em todo o país. Hoje, o padrão é o documento digital, acessado no aplicativo Carteira Digital de Trânsito. Caso queira, o proprietário tem ainda a opção de imprimir uma versão em papel A4 em qualquer impressora. Esse documento possui um código de verificação e é aceito pela fiscalização em todo o Mercosul. Saiba como gerar o seu CRLV digital, ou imprimir o documento no site do DetranRS, menu “veículos”, box “licenciamento”.

Pagamento por Pix e rede bancária conveniada
O pagamento de débitos de veículos registrados no estado do Rio Grande do Sul pode ser feito por meio de:

1) bancos conveniados ao DetranRS: Banco do Brasil, Banrisul e rede de correspondentes bancários, Bradesco, Sicredi, Sicoobi e Caixa (inclusive para não correntistas nas casas lotéricas). Clientes desses bancos podem utilizar os canais de atendimento facilitado disponíveis, tais como aplicativos, internet banking, caixas eletrônicos, WhatsApp (Banco do Brasil), etc;

2) Pix, sendo necessário gerar o código no aplicativo IPVA RS, ou nos sites oficiais: portal rs.gov.brdo DetranRS ou da Fazenda Estadual;

3) uma instituição financeira autorizada pelo DetranRS, na modalidade da contratação de um empréstimo/financiamento, sobre o qual incidirão tarifas e juros. A lista dessas empresas está no site www.detran.rs.gov.br > Menu veículos > Financiamento de débitos do veículo com cartão.

Cuidado com golpes! 

Evite o uso de sites de buscas que possam induzir a clicar em links de páginas falsas, criadas para aplicar golpes. Normalmente esses sites aparecem primeiro nos resultados de busca, por serem anúncios patrocinados pelos criminosos. Por ali, disponibilizam links falsos, guias e até códigos PIX fakes, que direcionam o pagamento para pessoas físicas. O dinheiro é creditado aos bandidos e o proprietário não tem o veículo regularizado.

Para evitar prejuízos, a recomendação é sempre pesquisar em canais oficiais dos órgãos estaduais. Antes de confirmar o pagamento, é necessário conferir se o valor será creditado a um CNPJ de um órgão do Governo do Estado, seja DetranRS ou Secretaria da Fazenda do Rio Grande do Sul (no caso de IPVA).

Tags: Carros, Cidades, Economia, Rio Grande do Sul, Trânsito