Search
Política

Sancionada lei dos símbolos oficiais do Rio Grande do Sul

Com a lei, símbolos oficiais do Estado só poderão ser alterados mediante consulta popular
Sancionada lei dos símbolos oficiais do Rio Grande do Sul
Com a lei, símbolos oficiais do Estado só poderão ser alterados mediante consulta popular - Foto: Rodrigo Ziebell/GVG

O governador em exercício Gabriel Souza sancionou, na tarde desta quinta-feira (13/7), a lei que estipula que símbolos oficiais do Rio Grande do Sul, entre eles o hino rio-grandense e a bandeira, só podem ser alterados mediante consulta popular, por meio da realização de um referendo.

Receba todas as notícias da Acústica no seu WhatsApp tocando aqui! 

De autoria do deputado estadual Luiz Marenco, que acompanhou a assinatura, o projeto de Lei 2/2021 foi aprovado na sessão plenária da Assembleia Legislativa na terça (11/7) e determina que eventuais propostas de mudança precisam ser validadas pela população gaúcha.

“Importante incluir os gaúchos nessas decisões que dizem respeito à nossa cultura e às nossas tradições, ampliando o debate de temas que são também orgulho de todos nós”, disse Gabriel durante a sanção.

Apresentado em 2021, o projeto de lei visa ampliar a proteção dos símbolos gaúchos, como a bandeira do Estado, o hino rio-grandense e o brasão de armas. Até então, para que fossem alterados, era necessária a aprovação de um projeto de lei por maioria simples (15 deputados). Com a aprovação e sanção da lei, além de validação pelo Legislativo com maioria absoluta (28 deputados), uma eventual proposta de mudança também tem de ser referendada pela população do Estado.

O parlamentar destacou o valor histórico e cultural dos símbolos. “Eles carregam consigo a história e a identidade de grande parte dos gaúchos. O hino é do povo gaúcho e cabe a ele decidir sobre a permanência ou a retirada de qualquer trecho dele”, afirmou Marenco.

Texto: Juliane Soska/Ascom GVG

Tags: Cultura, Política, Rio Grande do Sul