Search
POLÍCIA

Vereador de Mostardas é preso por suspeita de estupro e assédio sexual

Conforme denúncia, caso teria acontecido em 2016
Foto: Acústica FM
Foto: Acústica FM

Na manhã desta quinta-feira (15), a Polícia Civil cumpriu um mandado de prisão por suspeita de estupro e assédio sexual expedido pelo Judiciário contra um vereador de Mostardas, no Litoral Norte. Segundo a denúncia, o crime teria ocorrido em 2016.

O vereador Flávio Nunes da Silva (PSDB), 54 anos, popularmente conhecido como Mano da Fruteira, é proprietário de um estabelecimento comercial na cidade litorânea com pouco mais de 12 mil habitantes. Conforme a polícia, à época dos fatos, a vítima trabalhava neste estabelecimento, onde teria ocorrido o suposto assédio e abuso sexual.

O parlamentar foi eleito para o seu primeiro mandato no Legislativo municipal em 2020, com 658 votos. O presidente municipal da sigla, Marcelo Pedone, diz que ficou sabendo do caso pela imprensa e foi pego de surpresa pela prisão

A presidência municipal da sigla reitera que “o partido não compactua com esse tipo de conduta” e diz que é preciso “aguardar, pois o partido também foi pego de surpresa”. Para a imprensa, o advogado Junior Pereira, que representa o vereador, disse que só vai se manifestar nos autos do processo.

Tags: Polícia, Polícia Civil